A produção estética de Baudelaire à luz da teoria da modernidade de Walter Benjamin

RESUMO: O presente artigo busca refletir sobre a fatura poética de Charles Baudelaire à luz do conceito de modernidade em Walter Benjamin, tendo em vista a identificação das possibilidades de apropriação de algum tipo de experiência nessa época definida por Benjamin como adversa àqueles que buscam constituir um auto-retrato, i.e., uma “imagem de si”.

 

ABSTRACT: This article reflects upon the poetical production of Charles Baudelaire, in view of the concept of modernity in Walter Benjamin, with intention to identify the possibilities of appropriation of some kind of experience at this time called for Benjamin as adverse for that they seek to constitute a self-portrait, that is, a “image itself”.

Palavras-chave: Walter Benjamin, Charles Baudelaire, modernidade, Erfahrung, Erlebnis

 

Key Words: Walter Benjamin, Charles Baudelaire, modernity, Erfahrung, Erlebnis

Michele Asmar Fanini Graduada em Ciências Sociais pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (USP). Mestre em Sociologia pela mesma instituição (2004). Atualmente, cursa o último ano de doutorado em Sociologia, também pela Universidade de São Paulo (USP).

 

Michele Asmar Fanini Graduate at Ciências Sociais from Universidade de São Paulo and master's at Sociology from Universidade de São Paulo (2004). At the moment, she’s in the last months of a four-year doctoral program, also at Sociology from Universidade de São Paulo.

Voltar | Back